Contra as agressões sofridas pelos presidentes da Ubes e da Une

A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e a União Nacional dos Estudantes (Une) estiveram nesta quarta-feira (22/05) na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados para audiência com o Ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Os presidentes das entidades estudantis ouviram atentos as falas dos deputados e as respostas do ministro. Após cinco horas de audiência, a presidenta da sessão, Professora Marcivânia (PCdoB-AP), deu aos representantes estudantis o direito à fala. Contudo, deputados da base governista, empenhados em impedir a participação dos estudantes, fizeram tumulto com a mesa e, não satisfeitos, partiram, junto aos seguranças da Casa, à agressão física. Arrastaram o presidente da Ubes, Pedro Gorki, e a presidenta da Une, Marianna Dias, para fora do plenário.

Repudiamos veemente a atitude desproporcional dos deputados e reafirmamos nosso compromisso com a ciência, a pesquisa e a Educação Pública. Tais atitudes evidenciam o desespero da base do governo pela grande proporção dos atos de rua. Não seremos calados ou coagidos!

No dia 15 de maio demos uma aula nas ruas e no dia 30 de maio voltaremos às ruas contra os cortes à educação e ciência!

Andes-SN, ANPG, Fasubra, SINASEFE, Ubes e Une