6
dez

Destaques da programação

Começa depois de amanhã (quinta-feira, 07/12) o 10º Seminário Nacional de Educação (SNE) do SINASEFE.

O evento, que terá como sede a cidade de Santa Maria-RS, traz como temário “Educação em tempos de crise: por uma educação classista e emancipatória”.

Debates sobre a Reforma do Ensino Médio, a conjuntura de retirada de direitos, a precarização do trabalho, o combate às opressões, a educação classista e o papel do SINASEFE no sistema educacional brasileiro serão alguns dos destaques da programação.

 

Primeiro dia – 7 de dezembro

Além da abertura e da mesa sobre o impacto da Revolução Russa na educação (no ano do centenário deste momento histórico), o primeiro dia de atividades contará com uma segunda mesa sobre a Reforma Educacional no contexto de perda de direitos e precarização da Educação. As exposições ficarão por conta de Giane Carvalho (IFSC), Giovani Frizzo (UFPel), Sadi Del Roso (UnB) e Shilton Roque (IFRN).

 

Segundo dia – 8 de dezembro

Na manhã de sexta-feira (08/12) está previsto o debate sobre o papel do SINASEFE frente ao Sistema Educacional Brasileiro: emancipatório, politécnico e classista. Com palestras de Claudia do Amaral (UFSM), Ronaldo Naziazeno (IFBA) e Ricardo Velho (IFC), o momento é importante para instigar a reflexão dos participantes sobre o tema. No período vespertino, um espaço fundamental de troca entre os participantes, com a realização de dois Grupos de Trabalho (GTs), o primeiro pautando as tarefas do sindicato e a educação classista e o segundo sobre como resistir aos ataques na atualidade.

Para fechar os trabalhos do dia, haverá uma roda de conversa sobre opressões e a exibição do documentário Para além dos Seios, dirigido por Adriano Big. O documentário parte do seio enquanto significante do feminino, para problematizar as relações com o corpo e o gênero na contemporaneidade. Através de assuntos como mastectomia, transgêneros, assédio e violências contra a mulher, feminismo, marcha das vadias, sexualização do feminino e ditadura da imagem, cirurgias estéticas, amamentação, entre outros, buscando o empoderamento da mulher, a tolerância e o respeito ao outro, trazendo à tona discussões atuais como aborto, liberação da maconha e seu uso medicinal, a teoria queer, uma visão crítica das representações midiáticas, a opressão das ideologias religiosas sobre os corpos e tantas outras necessárias ao nosso tempo.

Leia mais sobre o filme e o apoie na página do financiamento coletivo para distribuição da produção clicando aqui. Assista abaixo o trailer do documentário:

Terceiro dia – 9 de dezembro

Aprofundando os debates de combate às opressões, o sábado terá dois momentos dedicados ao tema. Logo pela manhã, a mesa As opressões na Educação atual e na Educação classista, com palestras de Guilherme Howes (Unipampa), Marcela Azeredo (Colégio Pedro II), Maria Rita Pi (UFSM) e Paula Vielmo (IFBA). O debate visa provocar as reflexões para o GT previsto para o período vespertino com o tema Educação Laica e Gênero.

 

Quarto dia – 10 de dezembro

A previsão para a última data do 10º SNE é de encerramento do evento com a plenária final na manhã do domingo. Desta forma, os participantes ficarão com a tarde disponível para uma visita à Vinícola Velho Amâncio, posta como atividade opcional e sugerida pela organização do Seminário.

 

Participe!

Os participantes que apresentarem trabalhos e os ouvintes que registrarem frequência em pelo menos 75% das atividades do 10% SNE receberão certificados. Saiba mais em nosso Manual de Sobrevivência do evento!