Sindicato Nacional dos Servidores Federais
da Educação Básica, Profissional e Tecnológica


Representante dos docentes e técnico-administrativos da Rede Federal de
Educação Profissional, Científica e Tecnológica
Filiação:



Você está aqui: Início Estrutura
Bandeiras e lutas

Pelo que lutamos

O SINASEFE tem como princípio fundamental a defesa dos interesses da categoria que representa e a luta em defesa da educação pública, gratuita, de qualidade, laica, com referência social e em consonância com os interesses da classe trabalhadora.

Missão indissociável da liberdade de pensamento como direito inalienável do cidadão e que tem por compromissos desenvolver, organizar e apoiar, nos aspectos políticos, educacionais, econômicos, sociais e culturais, todas as ações que visem melhores condições de vida e de trabalho para toda a classe trabalhadora.


Nossas bandeiras

  • Educação pública, gratuita, de qualidade, laica, com referência social e em consonância com os interesses da classe trabalhadora;
  • Por uma sociedade sem exploração;
  • Democratização das Instituições Federais de Ensino (IFEs);
  • Redução da jornada de trabalho sem redução salarial;
  • Reajuste linear e constante da remuneração, não permitindo a redução salarial pela corrosão inflacionária;
  • Por uma Carreira Única dos Trabalhadores e das Trabalhadoras em Educação;
  • Paridade entre ativos e aposentados;
  • Contra todo tipo de discriminação e/ou intolerância racial, LGBTfóbica, de gênero etc;
  • Autonomia da classe trabalhadora frente ao Estado.

O que o SINASEFE tem de mais importante na sua trajetória e organização é o fato de ser um sindicato nacional que não divide trabalhadores e trabalhadoras em seus locais de trabalho.

Organizamos docentes e técnico-administrativos numa mesma categoria, mantendo as especificidades de cada trabalhador e trabalhadora sem perder a unidade que a classe trabalhadora deve possuir nas lutas contra governos e patrões.

O SINASEFE é filiado à Central Sindical e Popular CSP-Conlutas e à Confederação de Educadores Americanos (CEA).

*Texto original de 17 de abril de 2011; atualizado em 21 de janeiro de 2019.