NotíciasPerfis

34º CONSINASEFE: cobertura em tempo real do 2º dia

Acompanhe aqui nessa postagem a cobertura em tempo real do 2º dia de atividades (13/05) do 34º CONSINASEFE.

Abaixo, as atividades estarão listadas em ordem cronológica de maneira decrescente – eventos mais recentes no topo:



18h03: Após o encerramento da mesa de educação, os participantes do Congresso se dirigiram para reuniões dos seus diferentes coletivos para a articular a formação das chapas, sendo esta a última atividade de hoje no evento.

17h15: Após a finalização da apresentação de todas as teses de educação, os palestrantes fizeram considerações finais e mesa de educação foi encerrada.



17h05: Foram apresentadas as dezessete teses de educação que podem ser conferidas no caderno de teses.



16h15: Após o fim das falas da mesa, representantes do movimento estudantil fizeram uma saudação ao 34º CONSINASEFE, ressaltando a importância do evento na articulação da luta da educação brasileira. Na sequência se iniciaram as apresentações das teses de educação.



16h05: Carla Jardim, última palestrante da mesa a fazer uma intervenção, tratou do legado dos Institutos Federais e a necessidade de se defender esse legado.



15h45: Após a exposição de Raquel Caetano, Ricardo Marinho fez uma intervenção abordando a elaboração de um programa nacional para a educação e sua relação com a conjuntura eleitoral e a chapa Lula/Alckmin.



14h46: A segunda palestrante a falar, Raquel Caetano, tratou dos impactos da reforma do ensino médio e do EPT na Rede Federal de Educação, expondo os prejuízos de um projeto que beneficia a lógica de mercantilização da educação.



13h53: Dante Moura foi o primeiro palestrante a fazer uma intervenção e abordou os impactos negativos da conjuntura política, desde golpe de 2016, sobre a educação pública, em especial sobre a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.



13h31: Tem início a Mesa de Educação do 34º CONSINASEFE inicia seus trabalhos. A Atividade conta com as presenças de Carla Jardim, Dante Moura, Raquel Caetano e Ricardo Marinho.



12h51: Após a finalização da apresentação de todas as teses, os palestrantes fizeram as considerações finais e encerraram a mesa de conjuntura. A mesa de educação foi transferida para o início da tarde e ocorrerá após o intervalo do almoço.



12h03: Foram apresentadas as dez primeiras teses de conjuntura, que podem ser conferidas no cadernos de teses.

11h23: Finalizadas as intervenções dos palestrantes, iniciaram-se as apresentações das teses de conjuntura.



11h18: Após Valério Arcary, Fran Rebelatto tratou sobre a necessidade do movimento de luta contra Bolsonaro colocar um programa mais anticapitalista e contra o imperialismo. “Precisamos lutar. Lutar com ânimo. Lutar com coragem. Lutar sem medo. Lutar para transformar radicalmente a vida é criar condições objetivas e subjetivas dessa transformação. No ano da educação nós dizemos que nós queremos lutar e criar uma educação popular.”



10h36: Após a exposição de Virgínia Fontes, Valério Arcary iniciou a sua intervenção apontando o grande perigo de subestimar a possibilidade de uma tentativa de golpe por parte do atual presidente após uma eventual derrota, e lembrou que a até a CIA recentemente trouxe a público a informação de que Bolsonaro tem a intenção de dar um golpe.



10h15: A professora Virgínia Fontes introduziu o tema da mesa de conjuntura do 34º CONSINASEFE, afirmando que “não estamos só numa cruzada eleitoral, estamos numa luta em defesa da vida humana”, para contextualizar o que está em disputa nas eleições de outubro desse ano para o Brasil.

Após Virgínia, foi a vez de José Genoino avaliar a composição da chapa Lula-Alckmin e falar da necessidade de trabalho das esquerdas para derrotar Bolsonaro. “A polarização eleitoral é um produto da crise, da luta de classes e do nível do inimigo que estamos enfrentando”, enfatizou.



09h45: Mesa de Conjuntura do 34º CONSINASEFE inicia seus trabalhos. Atividade conta com as presenças de Francieli Rebelatto (diretora do Andes-SN), José Genoino (militante histórico do PT), Valério Arcary (professor aposentado do IFSP) e Virgínia Fontes (professora da UFF), que farão falas na tentativa de responder a pergunta “qual é a principal tarefa da classe trabalhadora no atual momento?”.

Primeira a falar será a professora Virgínia Fontes, que será seguida por José Genoino, Valério Arcary e Francieli Rebelatto. As teses de conjuntura terão um tempo, após a mesa, para apresentação de suas sínteses dos autores e autores.

Veja abaixo os perfis dos quatro palestrantes:

  1. Francieli Rebelatto
  2. José Genoino
  3. Valério Arcary
  4. Virgínia Fontes



09h20: Organização do Congresso e Direção Nacional já estão no plenário do 34º Congresso do SINASEFE, aguardando participantes do fórum chegarem ao auditório para iniciar a mesa de conjuntura, que será a primeira atividade de hoje (13/05).

Compartilhar
instagram default popup image round
Follow Me
502k 100k 3 month ago
Share