2º Seminário de Educação Profissional e Tecnológica do Sintietfal-AL

Compartilhar

Começa amanhã (25/10) o 2º Seminário de Educação Profissional e Tecnológica do Sintietfal-AL, que será realizado no campus Maceió-AL do Ifal, no auditório Oscar Sátyro. Tendo como tema “O atual Estado de Exceção e o futuro educacional da classe trabalhadora no Brasil”, o Seminário abordará a atual situação e o futuro dos Institutos Federais (IFs).

A mesa de abertura está programada para às 9 horas e contará com a presença de parceiros do evento e representações sindicais, estudantis e sociais.

A programação do Seminário, que ocorrerá nos dias 25 e 26 de outubro, contará com convidados locais e nacionais, dentre eles Lucília Machado (UFMG) e Valério Arcary (IFSP), especialistas da área de ensino médio integrado e trabalho; Valéria Correia (Ufal) e Antônio Carlos Mazzeo (USP), da área de educação; e Leonardo Villela (Unirio) e Luzia Mota (IFBA), reitores eleitos e não empossados pelo governo Bolsonaro.

Temas como conjuntura, educação pública, Programa Future-se, democracia interna e ensino técnico estarão contemplados nas mesas de debates. O evento é gratuito, aberto ao público, acessível em libras e com certificação de 20 horas. Durante a programação, estará disponível creche. As inscrições estão abertas até hoje (24/10) e podem ser feitas clicando aqui.

Programação

25/10 (sexta-feira)

  • 9 horas: Mesa “A resistência da Educação Pública Federal na luta contra o Future-se: a resistência estudantil na conjuntura atual” – com Isis Mustafá (Une), Peterson Lessa (Fenet), Gabriel (MUP) e Antônio Ugá (ANPG)
  • 14 horas: Mesa “A resistência da Educação Pública Federal na luta contra o Future-se” – eixos temáticos: os movimentos de resistência e os ataques à Educação Pública Federal (corte de verbas, ameaça de privatização, destruição das carreiras, censura, intervenção nas gestões) – com Luzia Mota (IFBA), Valéria Correia (Ufal) e Leonardo Villela (Unirio)
  • 19 horas: Mesa “Democracia, Estado de Exceção e a Luta de Classes – eixo temático: conjuntura atual – com Antônio Carlos Mazzeo (USP), Valério Arcary (IFSP) e Esteban Crescente (UFRJ)

26/10 (sábado)

  • 9 horas: Mesa “A Rede Federal e a formação profissional da classe trabalhadora no Brasil – eixos temáticos: as particularidades históricas do capitalismo brasileiro e as transformações da Educação Profissional e Tecnológica (mudanças econômicas, políticas e culturais e seus efeitos na Educação Profissional e Tecnológica; permanências, rupturas e regressão na Educação Profissional e Tecnológica) – com Fabiano Duarte (Ifal), Valério Arcary (IFSP) e Marisa Amaral (UFU)
  • 14 horas: Mesa “Limites e possibilidades da Educação Profissional e Tecnológica: qual o futuro do Ensino Médio Integrado?” – eixos temáticos: introdução ao conceito de politecnia, sua relação com a concepção de Ensino Médio Integrado e os reflexos da Reforma do Ensino Médio, do Escola Sem Partido e da reestruturação dos cursos nos IFs) – com Lucília Machado (UFMG)

*Matéria publicada pelo Sintietfal-AL