Bases debaterão greve por tempo indeterminado

Compartilhar

As seções sindicais do SINASEFE deverão debater em suas assembleias de base a possibilidade de greve por tempo indeterminado da Rede Federal de Educação Básica, Profissional e Tecnológica.

Esta demanda foi aprovada pelo SINASEFE em 29/09 pelos delegados e delegadas da 161ª Plenária Nacional do sindicato.

Houve consenso na 161ª PLENA de que é necessário debater nas bases se é possível ou não construir um movimento paredista em nível nacional.

As outras duas entidades que também representam trabalhadores e trabalhadoras da Educação Federal junto do SINASEFE – Andes-SN (que representa docentes das Universidades Federais) e Fasubra (que representa técnico-administrativos das Universidades Federais) – já iniciaram esses debates sobre greve por tempo indeterminado e têm indicado a aprovação de uma greve unificada para as três entidades classistas.

As tarefas das seções sindicais, a partir da 161ª PLENA do SINASEFE, são:

  1. convocar assembleias de base com os debates sobre greve por tempo indeterminado em suas pautas;
  2. debater com as bases a pauta específica do sindicato para uma possível greve;
  3. debater com as bases reivindicações centradas nos seguintes eixos:

Conteúdo relacionado