Reforma AdministrativaSeçõesNotícias

Campanha unificada em Alagoas: Reforma Administrativa é a destruição dos serviços públicos

A campanha “Reforma Administrativa, Não” espalhou mais 20 outdoors em Maceió e outros dez no interior de Alagoas. A colocação das peças, realizada em 19 de março, integra uma ação unificada do Sintietfal (representação local do SINASEFE), Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas (Adufal), Sindicato dos Trabalhadores da Ufal (Sintufal), Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Alagoas (Sinteal) e Central Única dos TRabalhadores (CUT).

Outdoor da campanha unificada instalado em Alagoas

Na arte desse material, está estampada a imagem do presidente da câmara dos deputados, Arthur Lira, e a frase “a destruição da educação tem minha participação”, em alusão aos impactos da reforma administrativa na área. Além da capital alagoana, em Santana do Ipanema, Palmeira dos Índios, Girau do Ponciano, São Sebastião, Arapiraca, União dos Palmares, Barra de São Miguel, Marechal Deodoro e Rio Largo também foram colocados outdoors.

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 32/2020 é uma proposição de Bolsonaro e Paulo Guedes, abraçada pelo deputado alagoano Arthur Lira, que pretende destruir os serviços públicos acabando com a estabilidade dos servidores, com o ingresso sem concursos, retirando direitos trabalhistas e ganhos salariais e extinguindo carreiras específicas.

A justificativa para isso é que servidores públicos ganham muito e trabalham pouco. Para Hugo Brandão, presidente do Sintietfal, o governo mais uma vez utiliza de fake news para propagandear essa reforma.

“Eles mentem. Não dizem que os servidores públicos são os policiais, que tão no patrulhamento mesmo na COVID-19; que são os enfermeiros, médicos, que tão na linha de frente colocando em risco suas próprias famílias; que são os professores de seus filhos. Quem de fato ganha enormes salários são os militares que estão no governo provocando esse genocídio; são deputados e senadores, como o deputado Arthur Lira,que é garoto propaganda dessa Reforma. Isso sim são grandes salários e são contra eles que nós lutamos”, afirmou Brandão.

Esse é o segundo outdoor da campanha em defesa dos serviços públicos. A primeira peça publicitária, que deu início à campanha, foi colocada em Maceió (10 placas) e Arapiraca (5 placas) em 04/03. Em sua arte, os sindicatos estamparam a frase “A Reforma Administrativa de Bolsonaro e Arthur Lira acaba com os serviços públicos”.

Além dos outdoors, semanalmente as entidades sindicais têm divulgado vídeos e cards nas redes sociais e espalhado faixas pela cidade (confira mais imagens no site do Sintietfal)

*Matéria divulgada originalmente pelo Sintietfal.