Reforma AdministrativaNotícias

Carteirada

A estabilidade do servidor público salvou mais uma. O deputado estadual André Fernandes (Republicanos-CE) resolveu desafiar o decreto sanitário e foi à praia se banhar. Ele só não imaginava que os guardas municipais de Ipojuca, município de Pernambuco, o conduziriam à delegacia.

A “carteirada” de deputado que tentou aplicar, neste caso, não funcionou, pois os servidores públicos municipais possuem estabilidade em seus empregos e não temeram a influência política que o parlamentar possui.

Ao chegar à delegacia da Polícia Civil, outros servidores públicos com estabilidade – os policiais civis – autuaram André Fernandes por infração de medida sanitária preventiva e abuso de autoridade.

Se a Reforma Administrativa (PEC 32/2020) for aprovada, retirando a estabilidade dos servidores, as “carteiradas” vão tomar conta do país. Portanto, diga não à Reforma Administrativa!