Notícias

Coordenador reforça importância da greve sanitária no CMRJ

Coordenador geral do SINASEFE, Carlos Magno Sampaio, reforça nesse vídeo a importância da greve sanitária no Colégio Militar do Rio de Janeiro (CMRJ). Instituição, que manteve atividades presenciais e ocultou casos de COVID-19, suspendeu as aulas apenas no dia 05/04, após a hospitalização de professor em estado crítico.

Carlos destaca que a greve sanitária, aprovada pelo SINASEFE desde julho de 2020, e deflagrada pelos trabalhadores civis do CMRJ, é uma greve em defesa da vida. “A nobreza desta greve é a defesa da vida, da sua vida, dos seus familiares, das pessoas que você ama e também dos seus alunos” reforça Carlos.

“Quero deixar meu abraço para todas e todos: contem com a nossa entidade, que há mais de 32 anos defende os direitos dos trabalhadores” finaliza o coordenador.