NotíciasPolítica

Em Brasília, ato unificado das centrais denuncia governo genocida de Bolsonaro

Expostas no gramado em frente ao Congresso Nacional, em Brasília-DF, 600 cestas com alimentos cultivados e colhidos pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (Contag), formaram o cenário de denúncia da trágica situação pela qual passa o país: de milhões de brasileiros passando fome, de desemprego e de miséria. Tudo isso consequência da política genocida do presidente Jair Bolsonaro (ex-PSL), cujo negacionismo no enfrentamento à pandemia resultou na morte mais de 450 mil brasileiros por Covid-19, além da falta de políticas efetivas de geração de emprego, renda e distribuição da riqueza.

Estes foram os motivos principais do ato unificado da  CUT, Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central, CSB, Intersindical, Pública, CSP-Conlutas, CGTB, CONTAG, MST e das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, realizado em Brasília na manhã desta quarta-feira (26/05).

Imagens


Transmissão ao vivo

*Fonte: CUT Nacional

Conteúdo relacionado