Lei que doava terreno para o IFRJ é anulada

Compartilhar

A Câmara de Vereadores de Belford Roxo-RJ votou na tarde da última terça-feira (09/06) a anulação da lei que doava o terreno para o Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ).

Segundo o Sintifrj-RJ, seção sindical do SINASEFE que representa os servidores do IFRJ, é inaceitável a posição da Prefeitura de Belford Roxo-RJ, que, agora encampada por parte da Câmara de Vereadores, faça essa afronta contra os estudantes do município e contra seus familiares.

Em uma cidade com mais de 510 mil habitantes e extremamente carente de Educação e de tantos outros direitos básicos, há apenas uma instituição de Educação Pública a Distância (EaD), por isso sabemos que a presença do IFRJ em Belford Roxo-RJ é fundamental para a Educação dos seus moradores.

Pela lei de criação (11892/2008) dos Institutos Federais (IFs), o município deve ceder o terreno e cabe à União construir as instalações do campus. Essa briga não começou agora: ainda em 2017, a Prefeitura Municipal de Belford Roxo-RJ embargou as obras, impedindo inclusive instalações sanitárias e o castelo d’água – o processo sobre este caso está na Justiça desde então.

É direito da população o acesso à Educação emancipadora que o IFRJ proporciona!

O Sintifrj-RJ afirma o seu compromisso com essa luta e apoia integralmente a mobilização dos servidores e estudantes de Belford Roxo-RJ!

A seção sindical do SINASEFE e o próprio sindicato nacional prometem não medir esforços para barrar mais essa nefasta investida contra o Ensino Público, Gratuito e de Excelência!

Leia também

*Matéria escrita com informações do Sintifrj-RJ