Nota de Repúdio à intervenção do MEC no IFRN e no IFSC

Compartilhar

A Federação Nacional dos Estudantes em Ensino Técnico (Fenet) publicou uma Nota de Repúdio às intervenções do Ministério da Educação (MEC) no Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) e no Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC).

Confira abaixo o documento em sua integralidade:

Em repúdio à intervenção do MEC no IFRN e no IFSC

Na manhã desta segunda-feira (20/04), o governo fascista de Jair Bolsonaro, através do MEC, chefiado pelo inimigo dos estudantes Abraham Weintraub, decidiu aplicar mais um golpe à democracia das nossas instituições. Ignorando completamente a escolha feita pelas comunidades acadêmicas do IFRN e do IFSC, o MEC decidiu enfiar goela abaixo a nomeação de interventores para ocupar as reitorias destas instituições.

Após mais de um ano à frente do MEC, Weintraub vem mostrando seu objetivo: desmontar a Educação Pública Brasileira em todos os aspectos. Para isso, entre as várias medidas de ataque às Universidades e Institutos Federais, foi apresentada a Medida Provisória nº 914/2019. O que diz esta medida? Que os reitores das instituições poderão ser nomeados pelo MEC e pelo Presidente da República através de uma listra tríplice, ignorando quem tenha sido mais votado pelo conjunto dos estudantes, professores e técnico-administrativos. Além disso, diz também que os diretores gerais dos campi serão indicados pelos reitores, sem que a comunidade local possa votar. Isso representa um projeto antidemocrático que descreve muito bem o caráter desse governo. As intervenções ocorridas nesta segunda-feira no IFRN e no IFSC são mais um passo deste projeto.

É necessário, portanto, organizar a nossa mobilização por um projeto de escola que seja democrático e represente os nossos interesses. Por este motivo, a Fenet repudia as intervenções e convida todos os estudantes a subirem as hashtags:

  • #RespeitaMeuVoto
  • #OIFRNJáEscolheu
  • #OIFSCJáEscolheu
  • #PosseDoReitorEleitoJá

Mais do que nunca, precisamos fortalecer em todo o país a luta contra esse governo fascista, irresponsável e inimigo da educação.

Abaixo a MPV 914/2019!
Fora Bolsonaro!
Fora Weintraub!
Por um governo popular!

Fenet

Leia também

Conteúdo relacionado