Notícias

Padre Julio Lancellotti – Fé e Rebeldia: lançamento amanhã (01/05)

Com o objetivo de mostrar um pouco do trabalho do padre Julio Lancellotti com os mais vulneráveis e dar visibilidade aos moradores de rua, o cineasta Carlos Pronzato dirigiu um documentário que será lançado amanhã (01/05) em seu canal do YouTube.

Pautando o enfrentamento à cultura do descarte, com produção de Paulo Pedrini, o filme também apresentará um pouco do perfil do sacerdote, passando por suas referências teóricas e práticas.

Onde Assistir?

“Padre Julio Lancellotti – Fé e Rebeldia” será lançado neste sábado (01/05), a partir das 17 horas, no canal do YouTube de Carlos Pronzato. Não perca!

Quem é Julio Lancellotti?

Julio Renato Lancellotti é paulista, nasceu em 27 de dezembro de 1948. Foi ordenado presbítero em 1985 e atualmente exerce a função de pároco da paróquia de São Miguel Arcanjo, no bairro da Mooca, em São Paulo-SP.

Ele é conhecido por dedicar mais de três décadas de atenção e afeto para pessoas em situação de vulnerabilidade social. Enfrenta críticas da extrema direita, e, infelizmente, voltou a sofrer ameaças durante a pandemia. “Eu não trabalho com morador de rua. Eu convivo com eles. Porque trabalhar parece que são objetos. É preciso olhar para a vida de forma humana. Isso não é tarefa só para os religiosos. Mas eu não conseguiria viver a dimensão religiosa sem humanizar a vida”, explicou em entrevista ao jornal El País.

Quem é Carlos Pronzato?

Cineasta e ativista, Carlos Pronzato participou do 9º Seminário Nacional de Educação (SNE) do SINASEFE, realizado em abril de 2015, ministrando a oficina “O audiovisual como arma social”.

Nascido na Argentina, em 1959, e morador da Bahia desde 1989, ele já produziu mais de 80 filmes, a maioria documentários. “A revolta do Buzú” (2003), “Carlos Mariguella – quem samba fica, quem não samba vai embora” (2011), “A partir de agora – as jornadas de junho no Brasil” (2014), “Dandara – enquanto morar for um privilégio, ocupar é um direito” (2013) e “MSTB – 10 anos de lutas e resistência” (2014) são algumas de suas produções.

Leia mais sobre Pronzato em entrevista concedida à revista Cordis: História, Cinema e Política.

Confira seu trabalho cinematográfico no YouTube.

Contribua

Compreendendo a importância desta produção, a Direção Nacional (DN) do SINASEFE aprovou, em janeiro deste ano, apoio financeiro ao projeto. E você também pode contribuir de maneira individual!

Quer ajudar o cinema político independente? Contribua com o canal do cineasta Carlos Pronzato com qualquer valor.

Dados bancários:
Banco do Brasil
Agência 0346-8
Conta Corrente 222.567-0

Conteúdo relacionado