Greve 2022Reposição Salarial Já!EventosNotícias

Reunião Ampliada Unificada da Educação: cobertura em tempo real

Acompanhe aqui nessa postagem a cobertura em tempo real da Reunião Ampliada Unificada da Educação, realizada conjuntamente por SINASEFE, Fasubra e Andes-SN, na tarde de 21 de maio de 2022.

Abaixo, as atividades estarão listadas em ordem cronológica de maneira decrescente – eventos mais recentes no topo:

Reassista na íntegra

24 de maio

16h54min: Assista no vídeo acima a avaliação de Artemis Martins (coordenadora geral do SINASEFE) sobre a Reunião Ampliada Unificada da Educação. Ela apontou os cortes no orçamento da Educação, o avanço das tentativas de privatização no ensino público e a precarização das condições de trabalho como ataques que impõem a necessidade de mobilização aos educadores e às educadoras na atual conjuntura.

23 de maio

12h10min: Assista no vídeo acima a avaliação de Elenira Vilela (coordenadora geral do SINASEFE) sobre a Reunião Ampliada Unificada da Educação. Ela apontou a importância da greve do SINASEFE neste momento, ressaltando outras greves do funcionalismo público e também a disposição de bases da Fasubra e do Andes-SN em seguirem nosso sindicato no movimento paredista da Educação Federal.

07h01min: Assista no vídeo acima a avaliação de David Lobão (coordenador geral do SINASEFE) sobre a Reunião Ampliada Unificada da Educação. Ele apontou que SINASEFE, Andes-SN e Fasubra estão em ritmos diferentes de mobilização, mas ressaltou a disposição do nosso sindicato para construir uma greve forte pelo reajuste salarial emergencial e com perspectivas de unificação com as demais entidades classistas da Educação.

21 de maio

17h32min: Reunião Ampliada Unificada da Educação foi encerrada com a promessa das entidades da Educação Pública (SINASEFE, Andes-SN, Fasubra, Fenet e Ubes) de articularem ações em defesa da Educação e do reajuste salarial do funcionalismo federal.

17h20min: David Lobão (coordenador geral do SINASEFE) fez a última intervenção do nosso sindicato na Reunião Ampliada Unificada da Educação, já no último momento da atividade, quando a mesa de encerramento retornou as falas para os representantes das entidades.

Lobão lembrou das aprovações do sindicato no 34º CONSINASEFE, sobre a deflagração da greve para 16/05 e a palavra de ordem “eleger Lula para derrotar Bolsonaro”.

16h50min: Comando Nacional de Greve do SINASEFE, que foi responsável pela construção do movimento nesses primeiros seis dias de deflagração (16 a 21/05), esteve representado na Reunião Ampliada Unificada da Educação por Daniel Neri (Sinasefe IFMG), Hellen Rodrigues (Sinasefe IFBA) e Ricardo Eugênio (Sinasefe IFMG).


16h40min às 17h20min: Na segunda parte das inscrições dos participantes presentes na Reunião Ampliada Unificada da Educação, o SINASEFE continuou demonstrando o seu protagonismo na construção da luta pela recomposição salarial, com greves deflagradas e em construção em muitas bases.

Solange Rodrigues (coordenadora geral do Sinasefe IFMG) falou da construção da greve em sua base, que conta com grande adesão dos servidores e servidoras.

Elaine Lima (presidenta do Sintietfal) informou a aprovação da greve na base do IFAL, deliberada em assembleia geral na quinta-feira (19/05). A deflagração será na próxima segunda-feira (23/05).

E Jefferson Lima (diretor do Sinasefe IFPA, ETRB e Ciaba-PA) deu informes do início da greve no IFPA, que já está deflagrada.


14h50min às 16h30min: SINASEFE teve grande participação na primeira parte da Reunião Ampliada Unificada da Educação, com muitas falas de representantes da Direção Nacional (DN) e das seções sindicais.

Daniel Neri (coordenação de comunicação do SINASEFE) falou da construção da greve no IFMG e do início dos trabalhos do Comando Nacional de Greve (CNG) do nosso sindicato.

Maíra Ferreira (coordenação de políticas para mulheres do SINASEFE) abordou as etapas que estão em andamento para a construção da greve na base do IFSP, que tem 37 campi.

Stânio Vieira (coordenação de combate às opressões do SINASEFE) argumentou sobre a necessidade da greve imediata da Educação Federal e sobre como articular essa luta com outras categorias e com novas pautas, além da recomposição salarial.

Tânia Regina (coordenação de comunicação do SINASEFE) informou da mobilização em andamento no IFS-SE e defendeu a construção da greve de forma dialogada para que a mesma seja forte.

Manoel Porto Junior (coordenação de políticas educacionais e culturais do SINASEFE) noticiou a aprovação da greve no IF Sul-RS em assembleia na segunda-feira (16/05), com deflagração na quinta-feira (19/05) – como já divulgamos em nosso site – veja o vídeo abaixo:

Manoel também explicou das peculiaridades da construção da greve no IF Sul-RS, que tem 14 campi e iniciou o movimento paredista “de maneira mais forte do que o previsto”.

Hellen Rodrigues (CNG do SINASEFE) fez uma intervenção político-cultural, recitando versos da composição Lili, de Edson Gomes. E Leonardo, servidor do IFMS, teve participação virtual, na qual apoiou a greve e convocou todos à mobilização e à luta em curso por reajuste e em defesa da Educação Pública.


14h30min: Reunião Ampliada Unificada da Educação teve início de modo híbrido (Zoom e Facebook de modo virtual; e San Marco Hotel, em Brasília-DF), com saudações das entidades classistas e estudantis da Educação Pública.

SINASEFE, Andes-SN, Fasubra, Fenet e Ubes tiveram falas na abertura da atividade – que foram mistas, entre presenciais e virtuais. O SINASEFE foi representado nas falas pela sua recém-eleita e empossada coordenação geral: Artemis Martins, David Lobão e Elenira Vilela.

Assista e/ou participe!

Conteúdo relacionado