Greve 2022Reposição Salarial Já!Notícias

SINASEFE deflagrará Greve Nacional por tempo indeterminado a partir de 16/05

O SINASEFE, suas seções sindicais e, principalmente, as trabalhadoras e os trabalhadores que compõem a base do sindicato, vão paralisar as atividades na Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, numa greve nacional por tempo indeterminado, a partir de 16 de maio.

Essa greve, que foi aprovada na 173ª PLENA do sindicato, em 21/04, terá como pauta central a luta pela reposição salarial de 19,99% para o funcionalismo público.

Nosso sindicato convoca, desde já, todas as suas bases à mobilização e à aprovação, em assembleias, da deflagração da greve a partir de 16 de maio, para que iniciemos essa luta com um mapa de greve forte, capaz de pressionar o Governo Federal a recuar de suas negativas e abrir negociação com os servidores públicos.

Merecemos respeito, exigimos ser recebidos para negociar nossa pauta de greve e não admitimos ser “informados” sobre nossas vidas por “fofocas” lançadas na imprensa.

Desde 18/01 estamos, ao lado das entidades do Fonasefe e do Fonacate, tentando negociar o fim do congelamento salarial, que já dura quase cinco anos para os técnico-administrativos e quase três anos para os docentes da nossa base. Neste período, assistimos a gasolina sair de R$ 2,60 para R$ 7,80; o botijão de gás sair de R$ 35,00 para R$ 120,00; e o quilo da carne sair de R$ 18,00 para R$ 50,00 – isso tudo sem nenhum reajuste!

Chegou a hora de dar um “basta!” a esse arrocho salarial e vamos exigir a recomposição salarial dos três anos de governo Bolsonaro: 19,99% – referentes à inflação de 2019, 2020 e 2021.

Movimento Nacional

A greve do SINASEFE faz parte do movimento de greve unificada do funcionalismo federal convocado por Fonasefe e Fonacate, que já tem a Fenasps em greve desde 23/03.

O SINASEFE empreenderá todos os seus esforços para que, no dia 16/05, seja possível sair em greve com as adesões das outras entidades classistas da Educação Federal: Andes-SN e Fasubra.

Confira no vídeo abaixo o informe de David Lobão (coordenador geral do SINASEFE) sobre a articulação em andamento com Andes-SN e Fasubra:

Calendário até a greve

Vamos à luta!

Mobilize-se em sua base. Converse com suas(seus) colegas de trabalho. Procure a sua seção sindical. Construa esse greve. A nossa vitória é possível, mas ela depende, sobretudo, da mobilização e adesão ao movimento de cada servidor(a) de nossa base!

Conteúdo relacionado