Unidade dos trabalhadores: DN divulga orientações

Compartilhar

Com o objetivo de nortear os debates nas seções sindicais para o próximo período, a Direção Nacional divulga orientações importantes nesta sexta-feira (23/08).

Orientações para as seções sindicais do SINASEFE

Colegas do SINASEFE,
A Direção Nacional esteve reunida nos dias 17 e 18 de agosto e fez uma atualização da conjuntura resolvendo enviar estas orientações para todas seções sindicais do sindicato nacional:

I – ATUALIZAÇÃO DA ANÁLISE

1) A cada dia se materializa a condição do governo Bolsonaro e Weintraub como inimigos da educação;
2) A ofensiva do governo Bolsonaro contra nossa Rede de ensino se dá fortemente a partir das seguintes questões:

  • a) Cortes de Verbas;
  • b) Programa FUTURE-SE;
  • c) Militarização das escolas;
  • d) Fim da democracia e autonomia das Instituições de Ensino;
  • e) Ataque aos servidores públicos (diminuição de carga horária com redução de salário, fim da estabilidade, defasagem salarial dos TAEs, Reforma Administrativa, dentre outros).

3) Não podemos vender a ilusão de que é possível nos defender dos ataques à Educação sem uma grande UNIDADE de todos os trabalhadores.

II – TAREFAS PARA NOSSA ATUAÇÃO NO PRÓXIMO PERÍODO

1) O Eixo central da nossa luta: DERROTAR BOLSONARO NAS RUAS;
2) Realizar uma jornada de atividades em todos os campi das nossas instituições, discutindo os ataques do governo;
3) Participar com toda nossa força da construção e realização do GRITO dos EXCLUÍDOS nas cidades onde trabalhamos;
4) Propor ao Fórum de Entidades da Educação a realização de uma GREVE NACIONAL DA EDUCAÇÃO de 48h, em setembro. Nas primeiras 24h possamos priorizar atividades em nosso local de trabalho, inclusive abrindo as portas das nossas escolas para a sociedade conhecê-la. No segundo dia vamos às ruas dialogar com a sociedade em grandes manifestações;
5) Desenvolver uma campanha de escracho contra os parlamentares que votaram, na Câmara de Deputados, a favor da Reforma da Previdência e fazer pressão aos senadores;
6) Participar ativamente da agenda do congresso, em pressão aos parlamentares, para que esses não votem contra nossos direitos e das audiências públicas que estão sendo realizadas e que discutem pauta do nosso interesse.
7) Realizar a 161ª PLENÁRIA NACIONAL, nos dias 28 e 29 de setembro, viabilizando uma rodada de assembleia da nossa base, potencializando uma discussão mais apurada de continuidade da nossa luta em defesa da Rede.

Saudações,
Direção Nacional do SINASEFE

Baixe a nota acima em PDF e/ou em JPG:

Conteúdo Relacionado
Resolução sobre conjuntura (19/08/2019)