Tempo real: 15 de maio

Compartilhar

Veja abaixo a cobertura em tempo real das atividades do Dia Nacional de Luta em Defesa da Educação realizadas por trabalhadores e estudantes da Rede Federal de Educação em todo o Brasil. Atualizações nesta matéria serão feitas ao longo do dia.

Centro do Rio de Janeiro! É por nossos direitos! #15M

Posted by Sintifrj on Wednesday, May 15, 2019

Rio de Janeiro-RJ: centro da capital carioca foi tomado pelos trabalhadores e estudantes.

🙋🏽‍♂✊🏿📝 15 DE MAIO – Dia de luta em defesa da Educação HOJE A AULA É NA RUA!!! Multidão caminha em defesa da educação pública e da aposentadoria em Natal. Bolsonaro disse que as mobilizações dos trabalhadores da Educação seriam insignificantes e que os manifestantes eram "massa de manobra". A resposta dos estudantes e professores foi a luta e o SINASEFE Natal está na rua! #SINASEFENatalnaLuta #EmDefesadaEducação#TireaMãodoMeuIF #TsunamiDaEducacao

Posted by SINASEFE Natal on Wednesday, May 15, 2019

Natal-RN: multidão caminha em defesa da Educação Pública e da aposentadoria em Natal. Bolsonaro disse que as mobilizações dos trabalhadores da educação seriam insignificantes e que os manifestantes eram “massa de manobra”. A resposta dos estudantes e professores foi a luta e o Sinasefe Natal-RN foi às ruas!

Luzerna-SC e Videira-SC: comunidades das duas cidades se mobilizou em defesa dos Institutos Federais e contra os cortes promovidos pelo governo. Confira mais informações na página do Sinasefe Litoral-SC.

Greve Nacional da Educação | 15M

#15M | Marcha em defesa da UFOP e IFMG, em Ouro Preto-MG, sobe a Rua Direita, no centro histórico, e se concentra na Praça Tiradentes! Estudantes, técnico-administrativos, professores, membros de movimentos sociais, moradores da região dos Inconfidentes se mobilizaram para exigir o fim dos cortes de, no mínimo, 30% feito pelo governo Bolsonaro nas Instituições Federais de Ensino. Tais cortes comprometem o funcionamento das instituições, as quais alegam ter verba para o funcionamento até setembro deste ano. Além disso, aspessoas presentes reivindicaram o fim do corte das bolsas de pesquisa e a anulação da reforma da previdência. O ato deste dia 15 de maio ocorre em todo Brasil e denuncia a investida infâme do governo Bolsonaro pelo desmonte do ensino público, gratuito e de qualidade, favorecendo, assim, as megaempresas fazem da educação pura mercadoria descartável. A paralisação em Ouro Preto e Mariana foi convocada pelo SINASEFE IFMG, ADUFOP, ASSUFOP, SINDSFOP, DCE-UFOP, Grêmio IFMG, SINDSFOP e Sind-UTE. #BOLSONAROINIMIGODAEDUCAÇÃO

Posted by Sinasefe IFMG on Wednesday, May 15, 2019

Ouro Preto-MG: marcha em defesa da UFOP e IFMG, em Ouro Preto-MG, sobe a Rua Direita, no centro histórico, e se concentra na Praça Tiradentes. Estudantes, técnico-administrativos, professores, membros de movimentos sociais, moradores da região dos Inconfidentes se mobilizaram para exigir o fim dos cortes de 30% feito pelo governo Bolsonaro nas Instituições Federais de Ensino. Tais cortes comprometem o funcionamento das instituições, que têm verbas para o funcionamento apenas até setembro deste ano. Além disso, os manifestantes reivindicaram o fim do corte das bolsas de pesquisa e a retirada da proposta de Reforma da Previdência.

Santarém-PA: ato unificado, que reuniu mais de 15 entidades organizadoras, teve concentração na praça da Matriz, e caminhada pelas ruas do centro até a praça São Sebastião, onde ocorreu também uma aula pública. Estudantes e trabalhadores também fizeram oficina de cartazes antes da manifestação.

Xique-Xique-BA: em defesa da Educação Pública, estudantes e trabalhadores foram para as ruas na cidade do interior baiano.

A capital de Santa Catarina parou nesse 15 de maio, dia nacional de lutas em defesa da educação! Estudantes e trabalhadores das universidades e Institutos Federais juntaram suas forças e realizaram uma das maiores manifestações da história da cidade. O Largo da catedral Metropolitana, no centro, ficou lotado, horas antes da passeata conjunta que percorreu as principais ruas de Floripa. O ato foi finalizado na praça Tancredo Neves, em frente a assembleia legislativa do estado.

Posted by Sinasefe Seção Sindical IFSC on Wednesday, May 15, 2019

Florianópolis-SC: a capital de Santa Catarina parou nesse 15 de maio, Dia Nacional de Lutas em Defesa da Educação. Estudantes e trabalhadores das Universidades e Institutos Federais juntaram suas forças e realizaram uma das maiores manifestações da história da cidade. O Largo da Catedral Metropolitana ficou lotado, horas antes da passeata conjunta que percorreu as principais ruas de Florianópolis. O ato foi finalizado na praça Tancredo Neves, em frente à Assembleia Legislativa.

View this post on Instagram

Bambuí na rua! #sinasefebambui

A post shared by sinasefe.bambui (@sinasefe.bambui) on

15 de maio: Greve Nacional da Educação

Eu defendo o IFMT!Eu defendo a educação pública, com ensino, pesquisa e extensão.Nesta quarta-feira (15), milhares de pessoas se mobilizaram, por todo o estado de Mato Grosso, em defesa da educação e da Previdência.Estudantes das redes municipal, estadual, federal, pública e privada, professores, técnicos administrativos e sociedade estiveram presentes nas mobilizações.

Posted by Sinasefe Seção Sindical Mato Grosso on Wednesday, May 15, 2019

Cuiabá-MT: milhares de pessoas se mobilizaram por todo o estado de Mato Grosso em defesa da Educação e da Previdência Social. Estudantes das redes municipal, estadual e federal, públicas e privadas, professores, técnico-administrativos e sociedade, estiveram presentes nas mobilizações.

Pelotas-RS: Estudantes e trabalhadores do IF Sul-RS tomaram as ruas por todo o estado contra os cortes na Educação Federal! Em destaque nas fotos as atividades na cidade de Pelotas-RS.

Vitória-ES: ruas da capital do Espírito Santo também estão ocupadas neste final de tarde por trabalhadores e estudantes em luta contra os cortes do governo e em defesa da Educação Pública.

Iguatu-CE: trabalhadores e estudantes também foram para as ruas em defesa da Educação no interior do Ceará.

Brasília-DF: uma manifestação vitoriosa foi realizada na Esplanada dos Ministérios na manhã de hoje (15/05), terminando no início da tarde. Mais de 15 mil trabalhadores e estudantes foram às ruas da capital do país protestar contra os cortes de verbas da Educação Federal e contra a Reforma da Previdência do governo Bolsonaro (PEC 6/2019). A má notícia foi o forte esquema de vigilância e intimidação montado pela Polícia Militar e pela Força Nacional. O ato foi pacífico, mas ainda assim duas pessoas foram presas.

São Luis-MA: ruas da capital maranhense também estão ocupadas pelos trabalhadores e estudantes na tarde desta quarta-feira.

15M GREVE NACIONAL DA EDUCAÇÃO | SOROCABAHoje a aula é na rua! Estudantes e profissionais da Educação realizam manifestação contra os cortes orçamentários do Governo Bolsonaro! #TiraaMãodoMeuIF

Posted by Sinasefe-SP on Wednesday, May 15, 2019

Sorocaba-SP: hoje a aula é na rua! Estudantes e profissionais da educação realizam manifestação em Sorocaba-SP contra os cortes orçamentários do Governo Bolsonaro!

15M GREVE NACIONAL DA EDUCAÇÃO | SUZANOTrabalhadores e estudantes em defesa da Educação e contra os cortes orçamentários do Governo Bolsonaro!#TiraaMãodoMeuIF

Posted by Sinasefe-SP on Wednesday, May 15, 2019

Suzano-SP: trabalhadores e estudantes em defesa da Educação nas ruas de Suzano-SP.

Petrolina-PE: estudantes, técnicos e docentes do IF Sertão-PE, da Univasf, da UPE e de escolas municipais e estaduais, além movimentos sociais ocuparam as ruas do centro da cidade para dizer “não!” aos cortes na Educação Federal. A concentração do ato aconteceu na praça do Bambuzinho e depois a manifestação seguiu até a praça da Catedral.

Rio de Janeiro-RJ: ato com exposição de trabalhos do Colégio Pedro II, em frente ao campus Centro. Concentração para ida conjunta ao ato unificado na Candelária, atividade do Dia Nacional em Defesa da Educação e da Previdência pública. Acompanhe mais informações na página do Sindscope.

Belém-PA: milhares de trabalhadores da educação e estudantes lotaram as ruas de Belém contra o corte de verbas e a Reforma da Previdência.

Ouro Preto-MG: marcha toma as ruas da cidade em direção ao IFMG para unificar a luta contra os cortes na Educação Pública, Gratuita e de Qualidade. Confira a cobertura completa e mais detalhes em vídeo na página do Sinasefe IFMG.

Manaus-AM: nem mesmo a chuva impediu a mobilização dos trabalhadores e estudantes na capital amazonense, manifestação na Ufam e concentração no Ifam somam centenas de pessoas. Andes-SN, CSP-Conlutas, SINASEFE, Sintesam, Sinteam, Sintduea e movimento estudantil convocaram diversas atividades nesta quarta-feira.

Florianópolis-SC: já começou a concentração de trabalhadores e estudantes do IFSC, no campus da Mauro Ramos, no centro de Florianópolis, no Dia Nacional de Luta em Defesa da Educação. O almoço vai ser regado a pão com linguiça. Daqui a pouco tem aula na rua e às 13h30min tem saída para o ato conjunto em frente a Catedral Metropolitana.

São Roque-SP: estudantes e servidores do IFSP em luta contra os cortes orçamentários, em defesa da Educação!

Brasília-DF: manifestação com mais de 10 mil pessoas e com a presença de diversos parlamentares de partidos de esquerda sai da Biblioteca Nacional rumo ao Congresso Nacional, em Brasília-DF, percorrendo a Esplanada dos Ministérios nos dois sentidos (vias S1 e N1). No Congresso o movimento protestará, também, contra a Reforma da Previdência (PEC 6/2019). No Ministério da Educação (MEC), em protesto contra os cortes de verbas, haverá um “levante de livros”. O ato, pacífico, acontece sob rígida vigilância da Polícia Militar e da Força Nacional. O SINASEFE NACIONAL, o Sinasefe Brasília-DF, o Sinasefe CMB-DF e seções sindicais do entorno do Distrito Federal estão presentes no ato.

São Carlos-SP: “não vai ter arrego, você tira minha escola e eu tiro seu sossego!” – estudantes e trabalhadores do IFSP já estão nas ruas.


São João da Boa Vista-SP: estudantes e trabalhadores do IFSP mobilizados contra os cortes orçamentários.

Brasília-DF: mais de duas mil pessoas (em maioria educadores e estudantes) já se encontram concentradas na Esplanada dos Ministérios (entre o Museu e a Biblioteca Nacional) para o grande ato que acontecerá na capital federal contra o corte de verbas e em defesa da Educação Pública.

Bragança Paulista-SP: o dia começou com luta para os estudantes e trabalhadores do IFSP. As aulas estão paralisadas e um ato de rua está marcado para às 9h30min.

São Paulo-SP: campus do IFSP amanheceu com faixas e cartazes anunciando que hoje a aula é na rua.

Aracaju-SE: estudantes estão bloqueando o acesso ao IFS com um cordão humano. “Ou a gente para de verdade, ou acabam com os Institutos Federais”, afirmam. As salas de aula estão vazias, com paralisação total das atividades.

Maceió-AL: em frente ao campus do Ifal, Hugo Brandão (presidente do Sintietfal) convoca a população (assista aqui) para se somar às manifestações que acontecem hoje em sete cidades do estado. Logo mais, às 9 horas, começa o grande ato unificado na capital alagoana, com concentração em frente ao Cepa, no bairro do Farol.