NotíciasPolítica

Todas as vidas importam: sem vacina, sem aula!

Neste momento de pandemia, onde o Brasil ainda registra mais de mil mortes diárias, com o país “sem” Ministro da Saúde, “sem” Presidente e a COVID-19 sem remédio e sem vacina, não podemos arriscar mais vidas.

Precisamos defender as vidas de milhões de estudantes, professores, técnico-administrativos e servidores terceirizados das Instituições Federais de Ensino (IFEs): precisamos manter a suspensão dos calendários acadêmicos!

Ensino remoto: tô fora!

O ensino remoto exclui os estudantes mais pobres, prejudica a qualidade das aulas e precariza a Educação.

Não são todos que possuem acesso à internet de banda larga e a equipamentos para assistir aulas online, como computador, notebook, tablet ou smartphone adequado).

A Educação não pode ser feita apenas para alguns. Nenhum estudante pode ficar para trás!

Nada de aula presencial neste momento!

Não há segurança sanitária para o retorno das aulas presenciais. A COVID-19 já matou mais de 100 mil pessoas no Brasil e o número de mortes e infectados segue subindo diariamente, em quantidade alarmante e preocupante.

Colocar alunos aglomerados em salas de aula é promover um genocídio no país. Não podemos aceitar isso!

Por essa razão, caso alguma IFE queira retomar as atividades presenciais, faremos greve contra o retorno do ensino presencial durante a pandemia e em defesa das vidas de estudantes e trabalhadores!

Conteúdo relacionado