13/08: Greve Nacional da Educação

Compartilhar

O Brasil vai parar no próximo dia 13/08, quando acontecerá a Greve Nacional da Educação e serão realizados atos descentralizados nos estados e municípios em Defesa da Educação Pública, Gratuita e de Qualidade! A greve e as manifestações foram convocadas por oito entidades classistas e estudantis da Educação: SINASEFE, Andes-SN, ANPG, CNTE, Fasubra, Fenet, Ubes e Une.

A greve e os atos descentralizados que serão protagonizados por estudantes e educadores no próximo dia 13/08 têm como pautas centrais:

Outras categorias de trabalhadores devem participar das manifestações e paralisações, como já ocorreu com as adesões aos dias 15/05 e 30/05. O combate à Reforma da Previdência (PEC 6/2019), que foi aprovada em 1º turno na Câmara e pode ter seu segundo 2º votado na Casa a partir do dia 06/08, figurará na pauta do dia 13/08 a depender do andamento da conjuntura.

O SINASEFE orienta suas bases e seções sindicais a aderirem a greve e a construírem os atos descentralizados e atividades unitárias que devem acontecer nos estados e municípios, integrando-se aos comitês locais de estudantes e trabalhadores onde eles estiverem formados ou em formação.

Motivos para lutar e aderir a Greve Nacional da Educação de 13/08 não faltam!

Os cortes/contingenciamentos anunciados pelo MEC em abril já estão inviabilizando o funcionamento de várias Universidades e Institutos Federais. Nesta semana, por exemplo, a UFMT teve o fornecimento de energia elétrica cortado em vários campi por falta de pagamento.

O Programa Future-se – que deveria se chamar “Privatize-se”, “Atrase-se” ou “Dane-se” – vai diminuir ainda mais o financiamento público das IFEs e destruir a Educação Pública com a chegada das Organizações Sociais (OSs), direcionando a produção acadêmica para fins e interesses privados.

E a Reforma da Previdência destruirá a aposentadoria especial dos educadores e impedirá o acesso dos trabalhadores à seguridade social.

Em defesa da Educação, o SINASEFE convoca: todas e todos à Greve Nacional da Educação de 13 de agosto!