Tempo real: 6ª Reunião da DN 2018-2020

Compartilhar

Veja abaixo a cobertura em tempo real das atividades da Reunião Ampliada da Direção Nacional (DN) do SINASEFE, realizada no San Marco Hotel, em Brasília-DF, nos dias 15 e 16 de janeiro de 2020:

16 de janeiro (quinta-feira)

Reunião Ampliada da DN encerrou sua pauta por volta das 19 horas com deliberações sobre ações do sindicato, calendário de atividades e aprovação de uma moção solicitada pela seção Crato-CE. Em resumo, as principais deliberações foram:
Políticas
1) Defesa da saída do ministro da Educação que chamou os educadores de “zebras gordas”;
2) A Carta Aberta entregue ao Conif será o documento-base do SINASEFE para a reunião de amanhã (17/01) com as entidades da Educação;
3) Seções sindicais devem debater os pontos da Carta Aberta entregue ao Conif;
4) Contratar uma agência para fazer uma campanha publicitária em Defesa da Rede Federal de Educação que tenha como publico-alvo a população em geral;
5) Formação de comissão para visitar a seção Crato-CE por ação difamatória contra a seção divulgada por um servidor;
Administrativas
1)
Transformar os sites atuais e antigos do sindicato no Portal do SINASEFE;
2) Envio de um representante do SINASEFE ao Diálogo Continental em Educação CEA-Parlatino, que acontecerá em Havana (Cuba) de 10 a 14/02.
Calendário
14 e 15/03:
162ª PLENA do SINASEFE, em Brasília-DF
08/03: Atividades do Dia Internacional da Mulher, em todo o Brasil
18/03: Greve Geral
20 e 21/04: 1º Encontro de Negras e Negros do SINASEFE, no Rio de Janeiro-RJ (data pode mudar)
Moção
Foi aprovada uma moção de reprovação contra um sindicalizado da seção Crato-CE por campanha difamatória contra a seção e sua diretoria
Em breve divulgaremos a ata da Reunião Ampliada da DN com a totalidade das pautas discutidas e a integralidade dos encaminhamentos que foram aprovados:

A reitora do IFBA, Luzia Mota, veio à Reunião Ampliada da DN e fez uma saudação aos presentes, agradecendo o empenho do movimento sindical para que ela fosse empossada como reitora após ter vencido a eleição em dezembro de 2018 e também comentando que muitos reitores demonstraram, na Plenária do Conif, a intenção em fazer lutas e parcerias em defesa da Rede Federal de Educação conjuntamente ao SINASEFE:

Informes das ações e propostas da DN e das seções sindicais foram dados na Reunião Ampliada da DN:

Intervenções com avaliações da Reunião Ampliada da DN, da reunião de ontem (15/01) com o Conif e da entrega da Carta Aberta ao Conselho foram feitas pelos membros da DN e das seções sindicais presentes no espaço:

Último bloco de debates da Reunião Ampliada da DN foi aberto com a avaliação da reunião de ontem (15/01) com o Conif e da entrega da Carta Aberta ao Conselho que aconteceu na manhã de hoje (16/01), assim como a avaliação da própria Reunião Ampliada da DN.
Antes do debate ser aberto para inscrições de todos, cinco exposições sobre os contatos com o Conif foram feitas pelos membros da DN que foram na reunião de ontem: Carlos Magno, David Lobão, Camila Marques, Elenira Vilela e Fernanda Rosá:

Ataques aos serviços e servidores públicos foram debatidos na Reunião Ampliada da DN como último ponto de pauta da manhã de quinta-feira (16/01).
Reforma Administrativa, ameaças de redução de jornada com redução salarial dos servidores e a possibilidade do fim da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica com sua total descaracterização foram expostos pelos presentes:

Retomada dos debates da Reunião Ampliada da DN foi feita com apresentação da Assessoria Jurídica Nacional (AJN) do SINASEFE sobre a Medida Provisória nº 914/2019 – que ataca a democracia das IFEs.
A AJN do sindicato foi representada pela advogada Tamires Wagner, que informou que uma Nota Técnica analisando a MPV 914/2019 será produzida até a próxima semana (de 20 a 24/01):

O segundo dia (16/01) da Reunião Ampliada da DN começou na Plenária do Conif, onde o SINASEFE entregou uma Carta Aberta com 26 tópicos de reivindicações do sindicato e 4 tópicos com pedidos de compromissos ao Conselho.
O documento foi fruto dos debates de ontem (15/01) da Reunião Ampliada, refletindo os ataques mais recentes da atual conjuntura – como o Decreto 10185/2019 e a MPV 914/2019 – e a necessidade de defender a Rede Federal de Educação.
Os participantes da Reunião Ampliada da DN foram até a sede do Conif para entregar o documento. Uma comissão formada pela coordenação geral do SINASEFE foi recebida pela Plenária do Conif, onde os três coordenadores gerais puderam fazer intervenções e ler a parte inicial da Carta Aberta.
Clique aqui para conferir o texto da Carta Aberta do SINASFE ao Conif na íntegra.

15 de janeiro (quarta-feira)

Comissão de representantes do SINASEFE, formada por 10 membros das seções sindicais e 5 membros da DN (1 pessoa de cada chapa que compõe o colegiado), participou no início da noite desta quarta-feira (15/01) de uma reunião com representantes do Conif – na qual estavam o atual e o futuro presidentes do Conselho, Jerônimo Rodrigues da Silva (IFG) e Jadir Jose Pela (IFES), respectivamente.
O Conif informou que será contra a MPV 914/2019 e defenderá o que está na lei 11892/2008 (que criou os Institutos Federais e a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica durante o segundo mandato presidencial de Lula). A estratégia do Conselho tem, dentre suas ações, conversas com parlamentares para impulsionar uma rejeição no Congresso Nacional à modificação legislativa pretendida por Bolsonaro.
Com a palavra, o coordenador geral do SINASEFE David Lobão sugeriu que o Conif e o sindicato encampassem lutas conjuntas em defesa da Educação Federal e das pautas que possuem em comum.
Com a palavra, o coordenador geral do SINASEFE Carlos Magno Sampaio citou a aceleração dos ataques à Rede Federal de Educação nos primeiros 12 meses do governo Bolsonaro e alertou que, sem uma luta forte do Conif e dos servidores da Educação, será impossível resistir a mais três anos do atual governo.
Com a palavra, a diretora do SINASEFE Elenira Vilela leu a pauta de reivindicações do sindicato, debatida pela tarde na Reunião Ampliada da DN, para que o Conif desse um posicionamento sobre a mesma. Ela prometeu entregar amanhã (16/01), por escrito, uma Carta Aberta ao plenário do Conselho, sobre a qual o atual presidente do Conif prometeu deliberar na manhã de amanhã. Assim que a Carta Aberta estiver finalizada, também a divulgaremos aqui em nosso website.
E, por fim, com a palavra, a coordenadora geral do SINASEFE Camila Marques relatou que os ataques que promovem desmonte na Rede Federal de Educação e instabilidade entre os servidores, como ameaças e aberturas de PADs, corte da jornada de 30 horas dos TAEs, corte de ponto por participação em atividades sindicais e cobrança de frequência por ponto eletrônico, têm sido implementados com a ajuda de alguns reitores, alertando tanto para as práticas antissindicais quanto para o alinhamento de gestores com a política antitrabalhador do governo Bolsonaro.

Reunião Ampliada da DN decide que o SINASEFE participará da reunião com o Conif de logo mais. Uma comissão irá à reunião para apresentar a pauta do sindicato por escrito e ouvir a posição dos reitores acerca da pauta e da conjuntura adversa às IFEs.
Amanhã (16/01) o SINASEFE também fará uma fala de saudação na plenária do Conselho e levará uma carta com as reivindicações do sindicato (a qual divulgaremos aqui no site), pedindo um posicionamento do Conif acerca dos pontos apresentados:

Informes do credenciamento da Reunião Ampliada da DN:
13 diretores do SINASEFE (11 titulares e 2 suplentes)
52 membros de seções sindicais
26 seções sindicais representadas

Após debate de conjuntura e intervalo para almoço, Reunião Ampliada da DN é reaberta com debate sobre participação do sindicato na reunião com o Conif no fim da tarde de hoje (15/01).
Pautas a serem levadas ao Conselho – para tentativa de construção de uma agenda conjunta de lutas em defesa das Instituições Federais de Ensino (IFEs) – e esclarecimentos sobre a reunião estão em debate no ponto.
Se houver alguma pauta que o SINASEFE apresente e que o Conif mostre divergência, o tema será trabalhado na agenda de lutas específica do sindicato.
A participação ou não do SINASEFE no espaço, que está agendado para o final da tarde de hoje, está em debate entre os diretores e os membros das seções sindicais presentes na reunião:

Reunião Ampliada debate conjuntura da Educação com seções sindicais e diretores do SINASEFE NACIONAL.
Ataques dos governos Temer e Bolsonaro – Reforma do Ensino Médio, nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC), Programa Future-se, Novos Caminhos, Reforma Administrativa, Decreto 10185/2019 e MPV 914/2019 – são citados como extremamente nocivos à Educação Pública de Qualidade e aos direitos dos servidores da Rede Federal de Educação.
Formas de mobilizar as bases para as lutas que se fazem necessárias – como greves, paralisações e cursos de formação política – são sugeridas e debatidas.
Durante o debate, o coordenador geral do SINASEFE David Lobão fez uma apresentação sobre o Programa Future-se. Baixe aqui os slides que foram exibidos.

Após apresentação da proposta de seguro de vida, Reunião Ampliada da DN redefine sua pauta da seguinte forma:
15 de janeiro (quarta-feira)
Conjuntura política da Educação
Debate com Conif
Ataques aos serviços e servidores públicos
Debate com Assessoria Jurídica Nacional (AJN) do SINASEFE
Calendário de lutas do Fonasefe
16 de janeiro (quinta-feira)
Informes da DN e das seções sindicais
Calendário de lutas do SINASEFE
Avaliação da reunião do Conif
Aprovação de moções

Apresentação de proposta de seguro de vida para sindicalizados é feita pela corretora de seguros Rezende & Liefquin, representada por seu gerente comercial Rogério Lima. Caso seja aprovado pela DN, a cobertura poderá ser ofertada para filiados do SINASEFE:

Reunião da DN teve início com saudações dos diretores David Lobão e Carlos Magno e das diretoras Camila Marques e Elenira Vilela às seções sindicais presentes. Em seguida definiu-se que apenas os diretores do SINASEFE NACIONAL terão direito a voto na reunião. Os representantes das seções sindicais terão direito à voz: